fbpx

Qual a diferença entre quiropraxia e osteopatia?

O que é o método McKenzie?
25 de setembro de 2020
Tratamento fisioterapêutico para a dor lombar
19 de outubro de 2020

Apesar de ambas as técnicas tratarem problemas semelhantes, existem diferenças entre quiropraxia e osteopatia que precisam ser compreendidas. 

As duas práticas são consideradas especializações dentro da Fisioterapia e cada uma exerce importante papel dentro da Terapia Manual para o tratamento das estruturas corporais. 

As duas nasceram nos Estados Unidos, mas a osteopatia se popularizou de forma mais acentuada na Europa. Ambas as terapias partem do princípio de que é possível tratar as estruturas do corpo sem medicamentos, cirurgias ou métodos invasivos.

Quer saber mais sobre as diferenças entre as duas práticas? Continue lendo o nosso post. 

 

Sobre a osteopatia

A osteopatia foca o corpo humano na sua totalidade. Isso quer dizer que a terapia aborda todas as estruturas, tecidos e sistemas do corpo, acreditando na interligação entre os mesmos e que quando ocorre um equilíbrio corporal, a cura acontece. Dessa forma, a essência da osteopatia está na compreensão da organização estrutural de todos os tecidos do corpo e do seu funcionamento.

A fisioterapia osteopática usa de métodos mecânicos, viscerais, cranianos e manipulativos para identificar como as disfunções iniciaram e, então, corrigir as falhas para que o organismo do paciente responda e se auto cure. 

Além de considerar a origem do problema, a busca será sempre pela causa primária das disfunções, e não apenas nos sintomas relatados pelos pacientes. O tratamento busca o equilíbrio do corpo como um todo, e não só da estrutura que está apresentando problema. 

 

Sobre a quiropraxia

A quiropraxia praticamente promove o alívio imediato da dor no paciente. 

O fisioterapeuta quiropraxista tem a função de diagnosticar, prevenir e cuidar de dores que estejam relacionadas ao sistema musculoesquelético e visceral, porém sob um olhar baseado na subluxação vertebral. O diagnóstico geralmente é realizado a partir de uma alteração no sistema nervoso central. 

A terapia funciona por meio de ajustes (mobilizações e manipulações) do eixo central do corpo, a coluna vertebral. Seus efeitos são imediatos quando aplicados de forma correta e específicos nas lesões primárias encontradas a partir de uma avaliação minuciosa feita pelo fisioterapeuta com formação em quiropraxia. 

 

Conheça a diferença entre quiropraxia e osteopatia

As principais diferenças entre quiropraxia e osteopatia estão em detalhes que envolvem: 

O diagnóstico – Cada especialidade tem seus Testes Específicos e seu olhar sobre os problemas relatados pelos pacientes.

A forma – Conforme a formação do fisioterapeuta, seja osteopatia e/ou quiropraxia as manobras para correção das disfunções (osteopatia) variam, assim como os ajustes (quiropraxia) realizados. As técnicas em si são semelhantes, porém tem nomenclaturas e pequenas diferenças no posicionamento do paciente e do terapeuta.

O Tratamento – dentro dos diagnósticos realizados, cada área segue suas metodologias de tratamento bem como definem o prognóstico de forma diferente a partir de seus princípios filosóficos.

 

Elas são usadas para tratar as mesmas doenças?

Apesar do conjunto de diferença entre quiropraxia e osteopatia, as duas terapias manuais são usadas com sucesso no alívio de várias doenças e cada profissional pode se tornar uma referência na sua área. 

No entanto, é preciso dizer que ainda que as duas práticas sejam similares, os tratamentos que cada uma promove são distintos e compete ao paciente escolher a que melhor atende à necessidade dele.  

Como se pode observar, a Fisioterapia tem vários segmentos para que o profissional possa se aperfeiçoar e levar mais bem-estar e qualidade de vida para os seus pacientes e conquistar seu sucesso na área de atuação.

Agora que você sabe a diferença entre quiropraxia e osteopatia, entre em contato com o Grupo Inn Corpore, uma empresa na área da Fisioterapia voltada para a Educação Continuada.

X