fbpx

Qual a formação do fisioterapeuta para atuar com a quiropraxia?

Os passos para o sucesso na fisioterapia
21 de agosto de 2020
o que é dry needling
Você sabe o que é dry needling?
4 de setembro de 2020

Após a formação do fisioterapeuta, é comum o formando se questionar sobre qual curso complementar ele deve fazer para otimizar e ampliar a sua área de atuação. 

Uma especialidade que vem chamando a atenção e atraindo os fisioterapeutas é a quiropraxia. 

A terapia é cada vez mais procurada pelos pacientes que buscam por novos métodos de tratamento, especialmente da coluna vertebral.

Continue lendo nosso post e saiba mais sobre o que é preciso para atuar com a quiropraxia.

 

Sobre a quiropraxia

A quiropraxia é considerada uma especialidade da fisioterapia que tem como objetivo o diagnóstico e a correção das desordens do sistema neuro-músculo-esquelético. 

O profissional  que se especializa nessa área irá tratar e correlacionar as desordens caudas por subluxações vertebrais e alterações ligadas ao sistema nervoso central.

Seu fundador foi o canadense Daniel David Palmer.

No prédio em que Palmer morava havia um servente que desde os 17 anos apresentava problemas de deficiência auditiva. 

Ao examiná-lo, Palmer verificou que havia uma saliência na coluna cervical do servente e provocou um empurrão firme na vértebra produzindo um estalo. 

O servente afirmou que a partir desse momento começou a ouvir alguns sons e foram repetidas algumas sessões com Palmer, que acabou restaurando parte significativa da audição. 

Hoje, a quiropraxia é muito procurada pelos pacientes que optam por novas alternativas de tratamento de correção de postura, alongamento da musculatura e alívio das dores musculares.

 

Qual deve ser a formação do fisioterapeuta para atuar com a quiropraxia?

Todo fisioterapeuta formado tem assegurado o exercício da quiropraxia.

No entanto, ele não pode se denominar um especialista e atuar nessa área sem que cumpra as normas e procedimentos previstos na Resolução COFFITO 377.

Essa resolução é a que normatiza e trata do Registro de Títulos de Especialidades na Fisioterapia. 

No entanto, o profissional pode fazer formações específicas nas diversas áreas da quiropraxia e colocá-las em prática, porém sem se denominar especialista.

No seu artigo 10, a resolução determina que somente será conferido o registro de Título de Especialidade Profissional ao Fisioterapeuta que realizar o Exame de Conhecimento e Prova de Títulos na especialidade requerida e for aprovado. 

O exame é exigido para que o profissional comprove o seu conhecimento na especialidade de atuação pretendida. 

Por outro lado, baseado no Decreto-Lei 938/69, o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional – COFFITO, somente poderá exercer essa prática o profissional que tem a formação em fisioterapia.

Hoje os órgãos que dão respaldo ao fisioterapeuta para atuação clínica é o sistema COFFITO/CREFITO e a Sociedade Brasileira de Quiropraxia (SBQUIRO)

Apesar de ser de extrema necessidade na promoção da saúde e bem-estar das pessoas, a profissão de fisioterapeuta ainda é muito desvalorizada no Brasil. 

Por isso, para se tornar um profissional de sucesso é preciso ter tino empreendedor e investir em especializações.

Conforme já dissemos, a terapia manual é uma das áreas da fisioterapia mais conhecidas e reconhecidas em termos de resultados positivos por parte dos pacientes.

A quiropraxia é uma das especialidades de terapia manual mais procuradas pelas pessoas que buscam o alívio das suas dores.

Conforme já dissemos, só poderá realizar terapias manuais o profissional formado em fisioterapia desde que seus conhecimentos sejam comprovados aos órgãos reguladores.

 

Invista em você

É importante frisar que quanto maior o seu conhecimento, maiores as chances de passar no exame e melhores resultados positivos o profissional trará aos seus pacientes.

Por isso, se o seu desejo é atuar na quiropraxia, invista em cursos de formação realizado por profissionais fisioterapeutas com formação em quiropraxia e que aperfeiçoem o seu raciocínio clínico, sempre baseados em evidências científicas e prática clínica.

Assim, você atuará com mais segurança e seus pacientes terão melhores resultados, o que fará de você uma referência  na área. 

Agora que você sabe qual deve ser a formação do fisioterapeuta para atuar com a quiropraxia, para aprofundar seus conhecimentos e empreender de forma mais assertiva conte com o Grupo Inn Corpore.

Lembre-se: só podemos realizar formações com fisioterapeutas, seja o curso que for.

 

 

X