fbpx

Tratamento fisioterapêutico para a dor lombar

Qual a diferença entre quiropraxia e osteopatia?
7 de outubro de 2020
Como utilizar a mobilização neural?
21 de outubro de 2020

O tratamento fisioterapêutico tem papel fundamental para reduzir a dor lombar e prevenir problemas estruturais da coluna vertebral.

Ela é a segunda causa que mais leva as pessoas a consultarem os médicos e de acordo com o site da Sociedade Brasileira de Estudos da Dor (SBED), entre 65% a 80% da população mundial apresenta dor nas costas em algum momento da vida. 

A SBED também informa que 90% dos casos apresentam melhoras em oito semanas e a fisioterapia tem importante papel nesse processo.

Vários são os recursos utilizados pelos profissionais da área para o alívio e tratamento da lombalgia. 

Neste post vamos mostrar algumas dessas opções. Continue a leitura e saiba mais.

 

Opções de tratamento fisioterapêutico para a dor lombar

O tratamento fisioterapêutico pode reduzir em até 60% os custos que uma pessoa normalmente tem com exames de imagem, infiltrações, cirurgias e com medicamentos.

Cada profissional fará o diagnóstico do paciente e indicará a forma mais correta para tratar e corrigir o problema. 

O que a ciência e a prática clínica nos mostram é que existem referências e métodos importantes que nos trazem resultados extremamente positivos no alívio da dor e no retorno do paciente para suas atividades normais do dia a dia:

 

Terapias manuais

Tem evidências científicas benéfica em todos os estudos apresentados para dor Lombar Inespecífica.

Elas auxiliam: 

  • no alívio rápido da dor,
  • melhorando a circulação dos tecidos,
  • reorganizando os tecidos moles.

Isso promove mais e melhor mobilidade, flexibilidade e qualidade de vida ao paciente. 

As terapias manuais podem ser aplicada das seguintes formas:

  • mobilizações articulares,
  • manipulações articulares,
  • mobilização ou liberação miofascial, indicadas para os músculos e fáscias, 
  • técnicas de mobilização ou deslizamento dos nervos. 

Somente a partir do diagnóstico é que o profissional orientará a melhor técnica, sempre compreendendo a necessidade e situação de cada paciente. Dentre as opções existentes, ele pode indicar a quiropraxia, por exemplo, para aliviar as dores. 

 

Exercícios

Os exercícios também fazem parte do tratamento, desde que o paciente tenha condições de realizá-los. Aqui podem entrar os Movimentos Direcionais preconizados por Mackenzie e com alto grau de resolução.  

Além disso o fisioterapeuta pode optar por:

  • exercícios de estabilidade estática em cadeia cinética fechada, 
  • estabilidade rotacional,
  • Swan,
  • mobilidade do quadril,
  • mobilidade torácica,
  • exercícios de relaxamento.

Um fisioterapeuta fora da média sabe que qualquer alternativa para tratar só deverá ser aplicada após uma avaliação criteriosa do paciente, considerando os diversos fatores que envolvem esse processo. 

 

Educação

É importante lembrar que compete ao fisioterapeuta educar e orientar o paciente de forma continuada ao longo do tratamento. Neste processo de Educação está envolvido o alinhamento de expectativas e responsabilidades do paciente quanto ao seu tratamento, objetivos e metas que deverão ser alcançadas e reforçadas ao longo do processo de reabilitação e qual a metodologia de trabalho que será usada. 

Dessa forma, ele mesmo vai ajudar na prevenção do problema e na educação postural. Agora que você aprendeu algumas práticas de tratamento fisioterapêutico para a dor lombar, que tal acessar nosso site e conhecer a estrutura de franchising para fisioterapeutas que o Grupo Inn Corpore desenvolveu para auxiliar no seu sucesso profissional?

X